Guiné-Bissau

Curiosidades sobre o país

População: 1,7 milhões.
Moeda: franco CFA.
Principais cidades: Bissau (capital), Bafatá, Gabú, Bissorã, Bolama.
Principais destinos turísticos: Parque Natural dos Tarrafes, Arquipélago de Bijagós, Parque Marinho João Vieira, Catedral de Nossa Senhora da Graça.

– a pequena Guiné-Bissau é reconhecida pelos seus recursos naturais que incluem arquipélagos, parques nacionais e belas praias;

– a capital do país é conhecida pelas suas festas e fortes tradições culturais, em que o património histórico reflete bem a herança da colonização portuguesa;

– o país é o sexto produtor mundial de castanha de caju e exporta também peixe, mariscos, amendoim, semente de palma e madeira. As licenças de pesca são uma importante fonte de receitas;

– possui uma herança cultural bastante rica e diversificada que varia de etnia para etnia: diferenças linguísticas, danças, expressões artísticas, tradições musicais, manifestações culturais e até profissões;

– a música popular tradicional na região é o gumbé;

– o artesanato guineense em Bijagós é o expoente máximo da originalidade, sendo um dos atrativos turísticos da região. Metal, joias, cerâmicas e pesca artesanal são bastante singulares;

– o clima é tropical e só há duas estações no ano: a quente e a da época das chuvas;

– provérbio da Guiné: Un son mon ka ta toka palmu (uma mão sozinha não bate palmas);

– a gastronomia tradicional mistura as cozinhas portuguesa e africana. Entre os pratos mais típicos encontram-se a cachupa, carne de porco com milho e feijão e o arroz com peixe; os frutos do mar, o arroz e a pimenta são quase indispensáveis na culinária regional, sendo a carne de macaco consumida pelos guineenses.

Nenhum resultado encontrado

A página que você solicitou não foi encontrada. Tente refinar sua pesquisa, ou use a navegação acima para localizar a postagem.

Pedir Informações